18 agosto 2013

Confissões


 Você me deu seu melhor sorriso de despedida. Enquanto me abraçava, vi um vazio se formar no meu coração (ou, quem sabe, no lugar onde ele esteve um dia). Aquelas borboletas no estômago voltaram como na primeira vez que meus olhos encontraram os seus. 

Seus braços se demoraram por alguns segundos em minha cintura. Meus lábios, de repente, ficaram secos e minha voz se escondeu em algum lugar. De repente entendi que, na verdade, eu nunca deixei de me importar com você. Com nós.

Eu não estava preparada para um adeus. Nunca consegui me comportar bem em despedidas. Em todas elas eu fiz algo errado. E desta vez não foi diferente.

Deixei seu corpo se afastar do meu e, aos poucos, notei que nossa distância não era apenas física. Você disse algumas palavras e, eu sem sucesso tentei te falar o que já deveria ter dito a muito tempo.

Percebi, tarde demais, que seus braços não estavam mais em minha cintura. Paralisada, assisti cada passo seu diminuir as chances de transformar o nosso adeus em um até logo. Não encontrei minhas forças para movimentar minhas pernas até você.

Eu queria ter correspondido melhor a todos os seus sinais. Queria ter dito que, assim como você, também vou sentir falta dos nossos momentos juntos. Eu poderia ter dito o quanto eu vou me lembrar de seus olhos a cada vez que olhar o céu. E, por último, eu deveria ter me jogado em seus braços enquanto pedia desculpas pela indiferença que tomou posse de mim nos últimos meses.  Mas nunca fui boa em expressar meus sentimentos em voz alta.

Deveria ter confessado o quanto de você ainda resta em mim. Deveria ter confessado o quanto queria você aqui. 



16 comentários:

  1. Que texto lindo Julie... Amei, de verdade. Muito profundo!

    Passei também pra te avisar que tem texto novo no Confidence... Espero muito que goste!

    Um ultra beijo, até o próximo lindo texto *--*

    confidencegp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, a partida é tão imatura, quando percebemos o que queríamos já foi embora e nem percebemos
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Ameei o texto, lindo demais! Juro que fiquei emocionada! :)

    Beijos
    www.fashionvictim.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Julie. Acho que é impossível n se identificar.
    Principalmente as frases finais, isso tudo é tão intenso e ao mesmo tempo simples... rsrsrsrs
    Beijos
    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. A ideia de escrever nasce em um daqueles momentos em que os ideais da mocidade arde ardentemente em nossos pensamentos como uma chama que o tempo nao pode apagar...E para aqueles assim como vc linda é facio deixar fluir para uma tela de computador como esta as inumeras facetas dos mais puro sentimentos que comove toda uma geração.....que aprecia no seu mais intimo ser o valor de uma escrita seja ela qual for sempre trara parte de vc.... Atenciosamente uanderesuascronicas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto ^^
    http://meiguissegirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, tava com saudade de seus textos.
    Tem coisas que deveriam ser confessadas.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  8. Hey hey :3
    Vim te convidar a participar da Tag "Blogs em Destaque" Será que você se interessa?
    o Link para saber como participar é esse aqui:
    http://himi-tsu.blogspot.com.br/2013/08/blogs-da-semana-1_19.html

    Desculpa o incomodo ;3

    ResponderExcluir
  9. Legal!
    pinkbjs
    http://pinkbelezura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ai, linda!!! A gente só dá valor depois que perde, né?! Por isso temos que dar amor e valor agora... Enquanto há tempo!

    Bjs - Suzana Rosa - www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  11. Um dia vc vai perceber duas coisas: que a gente nunca deve deixar de dizer para as pessoas o que elas significam na nossa vida e que nunca é tarde demais pra fazer o que tem que ser feito. Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Awn que lindo texto! Ontem mesmo tive de me despedir do meu namorado, ele vai passar 11 meses longe, e me senti um pouco assim. A unica diferença é que consegui dizer o quanto o amo e é apenas um até logo.
    Descreveu tudo o que estou sentindo, todo o vazio.

    Att, Line
    Puta Merda!

    ResponderExcluir
  13. Bem escrito esse texto, esperar demais para falar coisas que há tempos estão entaladas na nossa garganta podem ajudar a encontrar o momento certo de dizer, mas infelizmente, pode nos render maus momentos e más interpretações =/

    http://meninamoderna-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bem?
    Texto maravilhoso, percebi que é muito boa com as palavras.
    Seguindo e curtinho o seu blog (Amei a visita)
    Bj
    http://sobrelivrosemaisumpouco.blogspot.com.br/2014/01/promocao.html

    ResponderExcluir